[blog] Amplie seu contato com a natureza: conheça o Parque Nacional da Tijuca

Localizado na cidade do Rio de Janeiro, o Parque Nacional da Tijuca é uma área de conservação ambiental de Mata Atlântica considerada pioneira em todo o mundo. Isso porque as áreas correspondentes às florestas da Tijuca e das Paineiras foram declaradas por Dom Pedro II como Florestas Protetoras no ano de 1861.

 

Dessa forma o Parque Nacional da Tijuca é mais antigo que o Yellowstone, o primeiro Parque Nacional, criado nos EUA no ano de 1872.

 

A Floresta da Tijuca é a maior floresta urbana do mundo e abriga pontos turísticos muito conhecidos no Rio de Janeiro como o Morro do Corcovado (Cristo Redentor), a Pedra da Gávea e a Vista Chinesa.

 

O Parque é bastante procurado por cariocas e turistas para a prática de atividades físicas, passeios e caminhadas. A área é bastante ampla e possui opções de lazer para todos os gostos, idades e níveis de preparo físico.

 

O que fazer no Parque Nacional da Tijuca

 

Não importa se você quer apenas meditar e contemplar a natureza ou se você está em busca de praticar atividades físicas e esportes radicais. O Parque Nacional da Tijuca certamente possui a opção e o local perfeito pra você.

 

  • Contemplação

Para aqueles que desejam apenas contemplar e curtir o visual natural o Parque possui mirantes que podem ser acessados de carro ou moto. Existem empresas de turismo que realizam circuitos especiais pelo Paque, vale a pena consultar.

 

Para conhecer o Morro do Corcovado, que abriga a famosa estátua do Cristo Redentor, existe a opção de pegar o trem  que realiza o percurso pela Estrada de Ferro do Corcovado.

 

O Parque ainda possui uma diversidade de cachoeiras que são ótimas opções para o verão, proporcionando lazer e relaxamento.

 

  • Corrida, Caminhada e Ciclismo

Para quem está em busca de movimento e aventura, o Parque Nacional da Tijuca pode ser usado para caminhada em trilhas e corrida. São cerca de 200 km de trilhas com diferentes níveis de dificuldades, contemplando crianças, idosos, atletas e público geral.

 

A estrada de Vezena, que acessa um dos picos do Parque, é um local do parque muito procurado por ciclistas. Além dela existem duas pistas de mountain bike abertas em 2014: o círculo da barragem, com grau médio de dificuldade e o circuito dos gecos, com grau alto de dificuldade.

 

Em dias de chuva as pistas de mountain bike são fechada e reabrem três dias depois.

 

  • Esportes Radicais

Os amantes de adrenalina podem visitar o Parque para praticar Rapel, Escalada e Voo Livre. Para a prática de Rapel é indispensável o acompanhamento de instrutores experientes.

 

O Campo Escola 2000 é o local mais procurado do Parque para a prática de escalada. A famosa Pedra Bonita, pico para saltos de asa delta e parapente, está localizada no interior do Parque Nacional da Tijuca.

 

São duas rampas de decolagem localizadas a uma altura de 517m: uma para asa-delta com estrutura em metal e madeira e outra natural para decolagens de parapente.

 

Para que os saltos sejam realizados é necessário entrar em contato com o Clube São Conrado de Voo Livre e contratar os instrutores credenciados pela ABVL (Associação Brasileira de Voo Livre).

 

Para saber mais sobre o Parque Nacional da Tijuca e sobre as opções de visitação, visite o site oficial.

miniatura

Pague com
  • PagSeguro V2
Selos
  • Site Seguro

Voshoo Perfume e Cosmético Ltda - Me - CNPJ: 19.956.163/0001-70 © Todos os direitos reservados. 2021